Líder, Palmeiras vira sobre São Caetano e completa oito jogos invicto

Palmeiras vira sobre São Caetano e completa oito jogos invicto
Mesmo sem jogar tão bem, o Palmeiras segue embalado. Nesta terça-feira, foi a vez do time alviverde sofrer contra o São Caetano, fora de casa, mas pelo menos conseguiu a vitória por 2 a 1, de virada, resultado que o mantém na liderança da Série B. Sem Valdivia, poupado para evitar lesões, o Palmeiras contou com o brilho de Alan Kardec, que está em boa fase e foi autor de um golaço, e mais um gol do capitão Henrique.

Gilson Kleina resolveu ousar na escalação inicial do Palmeiras e até esteve perto de ser recompensado por isso. Com Ananias na vaga que era de Charles, o time paulista pressionou no início e teve a melhor chance exatamente com o meia-atacante. Aos 16min, ele acertou um chute colocado que passou perto do travessão, por cima da meta.

Mas então veio o lance que alterou o andamento da partida: Vilson roubou uma bola na defesa, mas se atrapalhou para seguir com ela. Geovane aproveitou a defesa aberta, tabelou com Giancarlo e recebeu sozinho para marcar o primeiro gol do jogo.

Acostumado com as vitórias recentes, o Palmeiras passou a ficar nervoso com o revés e deixou o São Caetano dominar o resto do primeiro tempo. Fez falta também a presença de Valdivia, já que Mendieta não conseguiu articular jogadas para o time alviverde. O time da casa se fechou na defesa e mesmo assim criou chances, mas Fernando Prass conseguiu segurar o placar.

O Palmeiras precisou do intervalo para se acertar e, mesmo sem substituições, voltou bem melhor para o segundo tempo. Uma forte pressão foi criada até Alan Kardec marcar um golaço. Ele ganhou uma disputa aérea no meio-campo e começou sua arrancada em direção ao gol. Três jogadores foram superados com dribles e velocidade até que Kardec finalizasse perfeitamente para o fundo da rede.

Sem qualquer poder de reação, o São Caetano sofreu a virada apenas quatro minutos depois: após cobrança de escanteio pela direita, a bola não foi afastada e sobrou para Henrique, sozinho na pequena área, colocar o Palmeiras na frente.

A partir de então, o Palmeiras diminuiu o ritmo e até conseguiu controlar o São Caetano, que não melhorou nem com as substituições. A única chance mais contundente do time da casa veio aos 40min e aos 47min, em bons chutes de Danilo Bueno e Éder, mas Prass defendeu ambos e confirmou a boa fase do Palmeiras na Série B.

Via Terra Esportes